Terça-feira, 22 de Junho de 2004

o zombie já viu: oldboy

oldboy

um filme de park chan-wook
com choi min-sik, yu ji-tae e kang hye-jeong
coreia do sul, 2003 imdb

um belo dia, sem qualquer explicação, são raptados. fechados numa cela, disfarçada de quarto de hotel chungoso, com a foto de uma paisagem a servir de janela. longe da vossa mulher e da vossa filha, a vossa única companhia é uma televisão, a vossa única alimentação a mesma merda de fritos chineses todos os dias. durante quinze anos. quinze anos sem contacto humano. quinze anos para pensar o que vão fazer ao cabrão responsável quando conseguirem sair dali.

oldboy foi injustiçado em cannes. recebeu o grand prix mas se houvesse justiça tinha saído do palais des festivals de palma de ouro em punho. não gosto de falar do que não vi, mas isto é claro para mim: por muito que o coração de michael moore esteja no sitio certo, por muito que seja importante ouvir o que tem a dizer sobre o sr. bush, não há maneira de fahrenheit 9/11 como cinema ser melhor que isto.

o filme de park chan-wook, que sucede aos excelentes joint security area e sympathy for mr. vengeance, é uma obra-prima executada com um rigor milimétrico. baseando-se na manga japonesa com o mesmo título, park criou uma tragédia de proporções biblicas, visualmente arrebatadora e emocionalmente esgotante. um épico de vingança violento, perturbante e negro como a noite, assente numa interpretação de choi-min sik, no papel do protagonista dae-su, que é das mais extraordinárias recentemente captadas em celulóide. ao fim dos dez primeiros minutos todos os actores oscarizados da última década deviam esconder-se de vergonha.

existem boas razões para ser mais vago do que é habitual na descrição do argumento. oldboy é um filme mais eficaz a frio, com o mínimo de informação. posso no entanto dizer-vos que o rapto e aprisionamento de dae-su não são mais do que o primeiro patamar na sua descida ao inferno, apenas o primeiro movimento num jogo de xadrez que tem por objectivo a sua mais completa e absoluta destruição.

"quando a minha vingança tiver terminado, poderei voltar a ser o velho dae-su?", solto ao fim de 15 anos, dae-su quer saber quem, quer saber porquê, quer fazer o responsável pagar, e depois de tudo isso quer a sua vida de volta. numa das muitas imagens memoráveis deste filme pára na ponta de um corredor. atrás de si estão duas dezenas de corpos ensanguentados. na sua mão um martelo. e nessa altura conseguimos vê-lo claramente nos seus olhos. não há nada para onde voltar depois da vingança.

oldboy caminha por lugares escuros e desconfortáveis. não é, de certeza, um filme para toda a gente. mas se tiverem estômago para ele esqueçam qualquer outro filme que vos diga que é "a roaring rampage of revenge". a vingança afinal é melhor servida a quente. com um martelo de orelhas.

(9/10)
jorge
(estreia em fevereiro de 2005)

publicado por jorge às 10:36
link do post | comentar | favorito
|
1 comentário:
De Anónimo a 24 de Junho de 2004 às 23:31
este eu vou ver. tenho de aprender a martelar. ups! Cândida
</a>
(mailto:mcasa86@hotmail.com)


Comentar post