Quarta-feira, 18 de Fevereiro de 2004

crítica: the red house

mi casa su casa

um filme de delmer daves
com edward g. robinson , lon mccallister e allene roberts
estados unidos, 1947 imdb

a sorte do zombie no videoclube vai de mal a pior (esperem só até vos falar de prozac nation). para limpar a cabeça revi esta pérola esquecida de 1947 que voltou a não falhar em fascinar-me. uma espécie de noir rural servido por fortíssimas interpretações e um sentimento do mal escondido atrás da fachada de felicidade all-american que antecipa um dos temas favoritos de david lynch quase 40 anos.

os irmãos pete (robinson) e ellen morgan (judith anderson) vivem felizes e semi-isolados do mundo com meg (roberts) que criaram como se fosse sua filha desde a partida dos pais muitos anos antes. neste pequeno mundo entra nath (mccallister), colega de escola de meg, que vem para ajudar pete na quinta, agora que os anos, e a perna de pau resultante de um acidente antigo, vão começando a pesar. a entrada do estranho no núcleo familiar vai revelar segredos sombrios escondidos atrás da fachada de família perfeita e que parecem todos partir e terminar numa estranha casa vermelha perdida no meio do bosque.

delmer daves teve um ano em cheio em 1947 com a estreia de dois excelentes filmes. dark passage é sobejamente conhecido, facto a que não será alheia a presença do casal bogart e bacall. o outro, este the red house, ficou quase esquecido. um melodrama cruzado por correntes negras como breu e sem medo de tocar em temas pouco habituais para a época, é um filme sobre segredos e obsessões, o preço que eles cobram e a forma como, em última instância, nos podem destruir. na primeira cena um autocarro escolar atravessa uma estrada solarenga e fazem-se planos para encontros de namorados, mas cedo descobrimos o negrume por trás desta fachada e a sua irresistível atracção para os ocupantes desse mesmo autocarro. da mesma forma que meg e nath se sentem ao mesmo tempo atraídos e assustados pelo segredo da casa, tibby (julie london), namorada do atinado nath, flirta com o caçador teller (rory calhoun), que desistiu da escola e vive sozinho no meio do bosque sempre de espingarda em punho. as origens do lar idílico dos morgans escondem algo que, no final, e de diferentes formas, os acabará por condenar a todos. o suspense e o crescente sentimento de fatalismo são construídos de forma soberba pelo realizador, com a ajuda de uma prodigiosa banda sonora de miklós rózsa. cenas como a primeira caminhada de nath pelo bosque, em que, tal como o personagem, não sabemos se estamos a ouvir gritos ou apenas o vento, ficam gravadas na memória. a sua eficácia em inquietar o espectador não foi minimamente afectada pelo passar das décadas.

edward g. robinson carrega eficazmente o filme numa interpretação quase operática. o elenco é excelente no todo, com particular destaque para judith anderson e rory calhoun, mas o pete morgan de robinson consegue mostrar-nos nos seus olhos os fantasmas que só ele consegue ver. é mais um grande papel numa carreira povoada de grandes papéis.

the red house é uma jóia obscura de inquietação cinematográfica injustamente esquecida pelo tempo. como a casa vermelha perdida no meio do bosque selvagem, não se vê da estrada, não há placas a indicar a sua presença. mas quando lá chegamos dá-se uma revelação. é um daqueles filmes que quando descobrimos nos apetece mostrar a toda a gente e dizer "olhem só o que eu achei." 39 anos mais tarde outro casal de jovens confrontava a podridão escondida atrás da fachada soalheira da small town americana. o filme chamava-se blue velvet. mas desse devem ter ouvido falar.

8/10
jorge

publicado por jorge às 04:25
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Fevereiro 2005

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. o zombie faz hoje anos

. onde raio se meteu o zomb...

. o zombie não é surdo

. prémios lumière

. o zombie já viu: finding ...

. what about you, boy? you ...

. críticas de bolso: teenag...

. larry buchanan 1923-2004

. uma noite com ilsa

. críticas de bolso: night ...

.arquivos

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

. Maio 2004

. Março 2004

. Fevereiro 2004

SAPO Blogs

.subscrever feeds