Quarta-feira, 22 de Setembro de 2004

russ meyer 1922-2004

the end



"don't ever call me a cult film-maker, and don't put me in some museum. my films are ever-living. they'll go on and on. they aren't ever going to die."

"there's no such thing as a breast that's too large."

russ meyer

publicado por jorge às 23:24
link do post | comentar | favorito
|
4 comentários:
De Anónimo a 28 de Outubro de 2004 às 13:09
Morreu o Russ Meyer e o zombie acabou de deglutir este blog?pml
(http://endividado.blogspot.com/)
(mailto:pml.endiv@mail.telepac.pt)


De Anónimo a 8 de Outubro de 2004 às 15:26
Tenho de dar uma olhadela nos filmes deste senhor.Conchita
(http://diariodeconchita.blogspot.com)
(mailto:conchita_marquez@aeiou.pt)


De Anónimo a 2 de Outubro de 2004 às 22:06
Morreu? Nem sabia. Outro dia assisti Faster Pussycat e sonhei com a Tura Satana.samadhi
</a>
(mailto:major_tom40@yahoo.com.br)


De Anónimo a 24 de Setembro de 2004 às 14:15
Tinham de ser naturais. O homem não gostava de silicone.Eduardo D Madeira Jr
(http://otroncodateia.blogspot.com)
(mailto:eduardodmadeirajr@hotmail.com)


Comentar post