Quinta-feira, 29 de Julho de 2004

crítica: la resa dei conti

...

um filme de sergio sollima
com lee van cleef, tomas milian, luisa rivelli e walter barnes
itália, 1966 imdb
aka the big gundown

leone, corbucci e sollima. por uma curiosa coincidência os três mais importantes realizadores de eurowesterns partilham o mesmo primeiro nome. e se os dois primeiros foram referenciados em cada um dos textos anteriores, esta pequena retrospectiva não estaria completa sem falar do trabalho do terceiro sergio. e de uma pérola chama la resa dei conti.

john corbett (van cleef), um pistoleiro com aspirações políticas, recebe a missão de caçar o mexicano chuchillo (milian), responsável pelo assassínio e violação de uma miúda de 12 anos. para ele é tudo bom, tem a oportunidade de vingar um crime hediondo, ao mesmo tempo que dá um valente empurrão à sua carreira. mas conforme a caça ao homem progride, as coisas não são o que parecem e corbett terá de avaliar a imagem que tem de si próprio como homem de justiça, e colocar em cheque a sua própria ambição.

baseado numa história original de franco solinas, colaborador habitual de gillo pontecorvo, la resa dei conti é um western politicamente carregado, e longe da dimensão mítica dos trabalhos de leone. não há estranhos misteriosos e sem nome ou deuses do revólver aqui, corbett e chuchillo são humanos complexos, parte e produto da sociedade que os rodeia. para isso muito contribuem as excelentes prestações dos dois protagonistas, que o guião conspira para colocar em situações parecidas, como forma de sublinhar semelhanças previamente ocultadas pelo fosso social que os divide. a mensagem política é evidente mas nunca forçada, antes conclusão lógica do desenvolvimento da história.

van cleef, no seu primeiro papel num spaghetti após trabalhar com leone, dá-nos uma das mais sólidas interpretações da sua carreira, como o pistoleiro que começa a duvidar se a sua ambição não o terá transformado em pouco mais que um carrasco pago. com ofertas de papéis deste calibre não é surpreendente que se tenha ficado pela europa depois do regresso de clint eastwood aos estados-unidos. os americanos nunca souberam explorar decentemente o seu potencial. o cubano milian, que recuperaria o papel na sequela corri, uomo, corri, comporta-se à altura do ilustre co-protagonista, e acabaria por se tornar um dos mais importantes actores do cinema de culto europeu dos anos 70.

sollima serve uma fábula moral mas não se corta na acção, com várias sequência memoráveis, sempre acompanhadas por mais uma brilhante banda sonora de ennio morricone, nem nos toques bizarros que se tornaram na imagem de marca do western europeu. la resa dei conti pode ser um trabalho seminal no lançamento do subgénero do spaghetti político mas isso não quer dizer que não seja também entretenimento de primeiro calibre.

(8/10)
jorge

publicado por jorge às 19:15
link do post | comentar | favorito
|
1 comentário:
De Anónimo a 29 de Julho de 2004 às 20:36
só é pena que a única edição "decente" (leia-se com dobragem ou legendas em inglês) existente em dvd seja fan-made, e que a próxima seja parte de uma boxset japonesa (ou seja, preço exorbitante) :(rodolfo
(http://www.archive.org/movies/collection.php?collection=feature_films)
(mailto:rmtp@netcabo.pt)


Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Fevereiro 2005

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28


.posts recentes

. o zombie faz hoje anos

. onde raio se meteu o zomb...

. o zombie não é surdo

. prémios lumière

. o zombie já viu: finding ...

. what about you, boy? you ...

. críticas de bolso: teenag...

. larry buchanan 1923-2004

. uma noite com ilsa

. críticas de bolso: night ...

.arquivos

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

. Maio 2004

. Março 2004

. Fevereiro 2004

blogs SAPO

.subscrever feeds